Sem categoria

7 maneiras de entrar no clima para o sexo na gravidez

vibre-mulher-gravidez-sexo

Não sente desejo de sexo agora que está grávida? Embora isso seja perfeitamente normal, há benefícios no sexo durante a gravidez. Aqui, especialistas compartilham suas dicas para entrar no clima.

Sentir-se exausta, enjoada e desconfortável em seu corpo em constante mudança não é exatamente uma receita para o romance.  Mas as mudanças físicas da gravidez também podem preparar o terreno para um sexo incrível. O aumento do fluxo sanguíneo pode lhe dar uma sensibilidade espetacular em todas as suas zonas erógenas. 

Além disso, manter-se conectada com seu parceiro é mais importante do que nunca, pois seu bebê dependerá de sua frente unida para amor e estabilidade.  Mulheres grávidas com relacionamentos fortes e saudáveis ​​levam a comportamentos mais saudáveis ​​durante a gravidez e melhores resultados no parto.

Vá devagar

Se você está se sentindo ansiosa com o sexo na gravidez, não se preocupe.  A gravidez não é um momento para pressionar uma mulher a fazer sexo, fazê-la se sentir mal com seu corpo ou fazê-la se sentir culpada se sua libido não for tão forte quanto antes. “Aumentar o desejo e a conexão emocional pode ser muito útil para qualquer pessoa e a qualquer momento, e a gravidez não é exceção”. Ele recomenda estudar com livros como Reacender o desejo ou Casamento apaixonado. Em seguida, tente se concentrar no que dá prazer, seja uma massagem nos pés (que aumenta a oxitocina e a excitação), ou autoprazer.

Aproveite o seu segundo trimestre

Durante a gravidez, o sexo pode ser interrompido, especialmente no início. Geralmente as mulheres são muito menos amorosas durante o primeiro trimestre simplesmente porque não se sentem bem. As boas notícias? Muitas mulheres se sentem melhor durante o segundo trimestre, então vale a pena entrar o máximo que puder nesses três meses, já que o terceiro trimestre traz mais obstáculos (olá, grande barriga!).

Coloque a matéria sobre a mente

Os impedimentos à relação sexual são muitas vezes mais do que apenas físicos.  As partes do corpo que costumavam ser usadas principalmente para a intimidade sexual agora têm implicações além desse papel, à medida que a maternidade se aproxima. Você também pode se preocupar (desnecessariamente) que a relação sexual prejudique o bebê.  O desenho do corpo de uma mulher é tal que um bebê fica bem protegido no útero durante a gravidez. Por causa do colo do útero, o pênis não pode tocar o bebê e, portanto, não pode machucá-lo! A atividade sexual não é mais perigosa ou perturbadora para um feto do que a mulher andando de carro em buracos ou lombadas. Recomendo que os parceiros se concentrem no que é mais erótico para eles, a fim de preencher sua mente com pensamentos sensuais em vez de pensamentos ansiosos que os manterão desconectados de sua própria excitação. 

Sem telas na cama

Abandonar a tecnologia de distração do quarto pode ajudar a aumentar seu tempo individual. Afinal, a intimidade física cresce a partir de uma conexão emocional. O ideal é que os casais tenham de 30 a 60 minutos diários para se conectar em uma zona ininterrupta e sem tela.

Cultive uma mente livre

Pensar em sexo – mesmo quando você não está no meio dele – irá mantê-lo no estado de espírito certo quando estiver.  É vital que os casais criem espaço para o erótico em suas vidas – tanto com tempo reservado para sexo e proximidade, quanto com atenção mental dedicada a pensamentos positivos sobre sexo.

Usar lubrificante

Os hormônios da gravidez podem causar secura vaginal.  Quando os casais estão prontos para a intimidade, usar um lubrificante ajudará a tornar as coisas mais prazerosas e eróticas.

Encontre a posição certa

Certifique-se de encontrar uma posição confortável para o sexo – e ser criativo com travesseiros ajuda!  Normalmente, deitar de lado esquerdo será o mais confortável sem diminuir a circulação do bebê.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.