9 dicas para ter mais responsabilidade afetiva

A quarentena causada pela pandemia de Covid-19 deixou nossas vidas de ponta cabeça.

O isolamento social, necessário para combater o vírus, faz a gente passar muito tempo com nós mesmas e nossos familiares — mas nem todo mundo estava preparado para isso. #fiqueemcasa

As redes sociais ajudam e muito na hora de aproximar a gente dos amigos e parentes, mas elas também podem ser traiçoeiras.

As flechas azuis no WhatsApp ficaram mais importantes que nunca. Manter um papo e responder rápido também.

Conhecer pessoas novas no Facebook e trocar curtidas no Instagram é o novo passa tempo. E sabe aqueles memes sobre mandar mensagem para o ex-namorado, marcar encontros na quarentena e não ir depois? São mais reais que nunca. 

A imagem pode conter: 2 pessoas, texto

Junto com tudo isso acabamos esquecendo de dar valor pra gente e também para a pessoa que estamos conversando.

É normal ficar carente nessa época, até porque somos seres sociais. É ótimo conhecer pessoas novas, amigos e até formar laços. Porém, muitas pessoas não têm consciência dos próprios sentimentos, dos sentimentos dos outros e acabam iludindo e iludidos! 

Não é porquê uma tela de celular separa a gente do outro e que os encontros não tem previsão de acontecer que nós podemos nos entregar totalmente para uma pessoa nem brincar com os sentimentos de outra.

Responsabilidade afetiva

Ter responsabilidade afetiva é ter consciência dos seus sentimentos e dos sentimentos da outra pessoa quando vocês começam a criar uma relação.

O tema está em alta na quarentena pelos vários corações que já foram partidos e que ainda serão se a gente não começar a mudar nossas atitudes.

Podem acontecer diversas situações, como:

  • Você ser enganada: estar super envolvida com uma pessoa e ela te rejeitar ou simplesmente sumir; 
  • Você enganar: intencional ou não, às vezes conversamos com pessoas que não temos interesse de levar mais a fundo;
  • Você se enganar: gostar de alguém e não admitir para si que gosta — por vários motivos ai da sua cabeça.

A solução para que isso não aconteça e ninguém saia machucado da quarentena é ter responsabilidade afetiva. 

Nós vamos te dar algumas dicas para passar por esse período difícil intacta e sem machucar ninguém. 

Nenhuma descrição de foto disponível.

Como ter responsabilidade afetiva

  1. Seja sincera: deixe claro o que você deseja. Se sentir que está gostando mais da pessoa, fale para ela suas intenções. Do outro lado, se você não quiser um relacionamento mais profundo, deixe claro antes que a pessoa se envolva demais. 
  2. Não de mais do que você está recebendo: se a pessoa com quem você conversa começou a te ignorar, responder grosso, te desrespeitar ou demonstrar sinais de desinteresse, não continue se esforçando por ela. Abra o jogo e resolva logo as coisas.

    Como diria Ana Maria Braga: “no menor sinal de desinteresse, retribui e suma”.
  3. Arrisque, mas não se desgaste: mais ou menos o tópico anterior. Quando a quarentena acabar, chame a pessoa para sair! Se ela recusar muitas vezes, abra o jogo e resolva logo as coisas, sem sofrimento ou ilusão.
  4. Seja sincera com você: se está gostando de uma pessoa, diga isso! Não fique tentando anular esse sentimento. Deixe claro suas intenções que vai ficar tudo bem.
  5. Não coloque a culpa na outra pessoa: se você não deixou claro o que queria, não culpe a pessoa por ter se apaixonada demais ou sumido depois de um tempo. Quando você esclarece os sentimentos, fica mais fácil tomar as melhores decisões e você sai bem na história.
  6. Cative sabendo as consequências: já ouviu a famosa frase “tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”. Então, se você quer seduzir e encantar, fique a vontade! Sexting está super em alta. Mas saiba que a pessoa pode querer mais depois. Se você não sabe o que ela quer, pelo menos deixe claro as suas intenções.

    A imagem pode conter: texto

  7. Um relacionamento não é igual ao outro: se algum dia você já foi iludida por alguém que não teve responsabilidade afetiva, não leve isso para todos os relacionamentos futuros. Cada pessoa é de um jeito e agora você já sabe como agir para não se machucar mais. 
  8. Não se desespere: se a pessoa não responder com frequência ou não curtir todas as suas fotos, calma! Pode ser o jeito dela. Procure desvendar melhor as características do/da crush, pergunte se está tudo bem e se ainda assim não fluir, abra o jogo e diga o que sente. 
  9. FALE O QUE PENSA: de novo, deixe claro seus objetivos! Ainda não sabemos ler mentes. 

Agora você já está pronta para sair da quarentena com contatinhos legais e sem nenhum coração partido! 

Leia também: 

"Brincando com Fogo" proíbe sexo entre participantes e aposta em relações mais duradouras

Série desvenda todos os mistérios sobre orgasmos femininos — e nós estamos chocadas

Responsabilidade social: coletor menstrual, o famoso copinho, a preço de custo